IMPACTOS DA RENDA FAMILIAR E DO PREÇO NO CONSUMO DA CARNE SUÍNA

Autores

  • Sivanilza Machado
  • Irenilza Nääs
  • João Gilberto Reis
  • Fabiana Caldara
  • Rodrigo Santos

Palavras-chave:

Brasil, Carne suína, hábitos, preferências do consumidor

Resumo

O crescimento no consumo de carne de aves no Brasil não reflete a preferência desse tipo de carne pelos consumidores brasileiros (n=600). Foram avaliadas as atitudes dos consumidores frente ao mercado de carne suína, sendo estas influenciadas pelo poder aquisitivo, pela associação entre renda familiar e pelo preço dos produtos, bem como por fatores culturais. Foram observadas diferenças significativas entre a preferência dos consumidores pelo tipo de carne bovina, de aves e suína e de pescado (X², p=0,0388). Os resultados apresentaram uma redução no consumo da carne de aves e crescimento no consumo de carne suína, relacionada com o aumento da renda familiar do consumidor. Os consumidores apontaram os atributos sensoriais da carne suína (aparência, textura, sabor, odor) como os mais relevantes para determinação do consumo (76%), seguido das preocupações sanitárias e nutricionais. Por fim, a indústria brasileira de carne suína tem um grande desafio para os próximo anos quanto ao aumento da qualidade do produto (informação ao consumidor), redução dos preços da carne fresca e produtos industrializados (considerados altos no mercado interno), tornando-a competitiva frente à carne de frango. Também se recomenda maior aproximação da indústria com os consumidores (investimento em ferramentas de marketing), para aumentar a confiança e incentivar o consumo da carne suína no país. 

Downloads

Publicado

2014-07-01

Como Citar

Machado, S., Nääs, I. ., Reis, J. G. ., Caldara, F. ., & Santos, R. . (2014). IMPACTOS DA RENDA FAMILIAR E DO PREÇO NO CONSUMO DA CARNE SUÍNA. ENCICLOPEDIA BIOSFERA, 10(18). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/2805

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 5 > >>