ESTIMATIVA DA MASSA ESPECÍFICA PONDERADA DE Eucalyptus saligna POR MEIO DE VARIÁVEIS DE FÁCIL OBTENÇÃO

Autores

  • Rafael Azambuja
  • Elio José Santini
  • Joel Souza
  • Ângela Maria Hentz

Palavras-chave:

ajuste de equações, densidade básica da madeira, modelos matemáticos, regressão linear

Resumo

Neste trabalho objetivou-se ajustar modelos matemáticos para a estimativa da
massa específica básica ponderada (Mebp) de indivíduos arbóreos de
Eucalyptus saligna Sm. a partir e variáveis de fácil mensuração como DAP (diâmetro
a altura do peito), altura comercial e massa específica na altura do DAP. Foram
testadas 12 equações, a partir dos seguintes parâmetros: coeficiente de
determinação (R2
), coeficiente de determinação ajustado (R2
aj), erro padrão da
estimativa em percentual (Syx%), além de análise gráfica dos resíduos. Depois de
ajustadas as equações obtiveram-se os coeficientes e os resultados dos parâmetros
estatísticos, os quais deram suporte para a escolha da Equação 7 (que utiliza como
variáveis independentes a massa específica no DAP e a área basal) como a de
melhor ajuste. Também se mostraram superiores as Equações 8, 9 e 10, as quais
todas utilizaram a massa específica da madeira no DAP como variável independente
além da área basal ou altura. Pela análise dos resíduos não se observou nenhuma
tendenciosidade que tornasse o uso das equações impróprio. Dessa forma,
observou-se que o uso de equações para estimar Mebp é possível, visto que as
equações testadas obtiveram aceitáveis valores de R2aj e de erro padrão da estimativa.

Downloads

Publicado

2014-07-01

Como Citar

Azambuja, R. ., Santini, E. J. ., Souza, J. ., & Hentz, Ângela M. (2014). ESTIMATIVA DA MASSA ESPECÍFICA PONDERADA DE Eucalyptus saligna POR MEIO DE VARIÁVEIS DE FÁCIL OBTENÇÃO . ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 10(18). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/2779

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)