CRESCIMENTO DA PRODUÇÃO DE MANDIOCA E PIMENTA-DO-REINO NA MICRORREGIÃO DO GUAMÁ, ESTADO DO PARÁ, NO PERÍODO DE 2000-2011

Autores

  • José Darlon Alves
  • Francisco Carlos Souza
  • Josué Lima
  • Antonio Corrêa
  • Ricardo Okumura

Palavras-chave:

comercialização, economia, formação de preços, Manihot esculenta, Piper nigrum

Resumo

O objetivo do trabalho foi avaliar a evolução e identificar as fontes de crescimento da
produção de mandioca e pimenta-do-reino na microrregião do Guamá no período
2000-2011. Os dados utilizados foram obtidos a partir do Instituto Brasileiro de
Geografia e Estatística (IBGE). O método empregado foi o shift-share, no qual
permite decompor a taxa de crescimento da produção nos efeitos área e rendimento
no período de 2000 a 2011. Pelas informações obtidas observou-se que a produção
de mandioca na microrregião do Guamá cresceu a uma taxa de 2,45% ao ano, e a
área colhida (efeito-área) aumentou 1,25% ao ano. Enquanto, o crescimento da
produtividade (efeito-rendimento) apresentou uma taxa de 1,19%, sendo uma
resposta positiva, uma vez que ocorreu agregação na produtividade. Já na cultura
da pimenta-do-reino a produção cresceu a uma taxa de 8,48% ao ano, e a área
colhida (efeito-área) aumentou 8,89% ao ano. Porém, a produtividade apresentou
taxa de crescimento de -0,35% ao ano.

Downloads

Publicado

2014-07-01

Como Citar

Alves, J. D. ., Souza, F. C. ., Lima, J. ., Corrêa, A. ., & Okumura, R. . (2014). CRESCIMENTO DA PRODUÇÃO DE MANDIOCA E PIMENTA-DO-REINO NA MICRORREGIÃO DO GUAMÁ, ESTADO DO PARÁ, NO PERÍODO DE 2000-2011 . ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 10(18). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/2733

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>