CONTROLE QUÍMICO DE Stachys arvensis L. EM TRIGO ASSOCIADO A DIFERENTES DOSES DE ÓLEO ESSENCIAL DE LARANJA

Autores

  • Cezar Coradini
  • Fernando Piccinini
  • Geovane Reimche
  • Sérgio Luiz Machado
  • Ivan Francisco Costa

Palavras-chave:

Triticum aestivum L., orelha-de-urso, herbicidas, óleo vegetal, seletividade

Resumo

O objetivo deste estudo foi avaliar o desempenho dos herbicidas metsulfuronmetílico, iodosulfuoron-metílico e 2,4-D amina associado a diferentes doses do óleo
essencial de laranja no controle da Stachys arvensis. O experimento foi instalado em
campo em Santa Maria-RS, em 2012. O delineamento experimental utilizado foi de
blocos ao acaso, em arranjo fatorial (3x5) + 1, com quatro repetições. O fator A foi
composto pelos herbicidas: metsulfuron-metílico (Ally®
- 6,6 g ha-1), iodosulfuoronmetílico (Hussar®
- 70 g ha-1) e 2,4-D amina (Aminol®
- 0,75 L ha-1); e o fator B pelas
doses de óleo essencial de laranja (0, 50, 100, 150 e 200 mL ha-1). O tratamento
adicional foi a testemunha (água). Os resultados mostraram que a utilização de óleo
essencial de laranja nas doses testadas em associação com os herbicidas
metsulfuron-metílico, iodosulfuoron-metílico e 2,4-D amina aplicados na pósemergência do trigo, apresentaram comportamento distinto em relação ao controle
de S. arvensis e sobre outras variáveis relacionadas ao sistema produtivo. Apenas
para iodosulfuoron-metílico houve aumento no controle desta planta daninha quando
da associação com óleo essencial de laranja (100 e 150 mL ha-1).

Downloads

Publicado

2014-07-01

Como Citar

Coradini, C. ., Piccinini, F. ., Reimche, G. ., Machado, S. L. ., & Costa, I. F. . (2014). CONTROLE QUÍMICO DE Stachys arvensis L. EM TRIGO ASSOCIADO A DIFERENTES DOSES DE ÓLEO ESSENCIAL DE LARANJA. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 10(18). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/2730