CONCENTRAÇÕES DE SAIS DO MEIO MS NO CULTIVO IN VITRO DE Desmodium incanum

Autores

  • Raíssa Schwalbert
  • Joseila Maldaner
  • Marta Aita
  • Gláucia Amaral
  • Adriana Tarouco

Palavras-chave:

Forrageiras, leguminosas, micropropagação, requerimento nutricional

Resumo

Desmodium incanum é uma leguminosa nativa ocorrente nas pastagens naturais do
Rio Grande do Sul, considerada ótima forrageira devido às suas características de
frequência, ciclo, produtividade e aceitação pelos animais. Objetivou-se testar o
requerimento nutricional de D. incanum em cultivo in vitro, através de variações na
concentração dos nutrientes no meio de cultura. Acompanhou-se a germinação e o
desenvolvimento de D. incanum nos seguintes tratamentos: meio MS completo; em
meio MS/2 (com metade da concentração de nutrientes minerais do meio MS) e em
meio MS-Fe/2 (meio MS com metade da concentração de ferro). Observou-se
diferença significativa na altura das brotações e no número de folhas por plântula em
resposta aos tratamentos, sendo que as maiores médias para ambas as variáveis
foram observadas em meio de cultura MS com metade da concentração de sais
(MS/2), enquanto o número de brotações e o número de raízes não variaram
significativamente em resposta aos tratamentos.

Downloads

Publicado

2014-07-01

Como Citar

Schwalbert, R. ., Maldaner, J. ., Aita, M. ., Amaral, G. ., & Tarouco, A. . (2014). CONCENTRAÇÕES DE SAIS DO MEIO MS NO CULTIVO IN VITRO DE Desmodium incanum. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 10(18). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/2724

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)