COMPORTAMENTO DO MERCADO DOS PRINCIPAIS PRODUTOS FLORESTAIS NÃO-MADEIREIROS DA REGIÃO NORDESTE DO BRASIL

Autores

  • Giovanna Aguiar
  • José Rocha
  • Anadalvo Santos
  • João Carlos Silva
  • Vitor Hoeflich

Palavras-chave:

Mercado, Produtos florestais não madeireiros, taxa de crescimento

Resumo

Os produtos florestais não madeireiros (PFNM) vêm ganhando destaque nas
discussões internacionais no que diz respeito à segurança alimentar e à
conservação da biodiversidade. Na região Nordeste do Brasil, cerca de 18 espécies
de PFNM são usadas de forma intensiva pela população local, porém, faltam
informações tanto sobre sua produção quanto sobre sua comercialização na região.
Assim, o objetivo deste trabalho foi caracterizar a evolução do mercado de quatro
dos principais produtos não madeireiros produzidos na região Nordeste: pó e cera
de carnaúba, babaçu e piaçava. Dessa forma, para identificar os movimentos
predominantes das curvas de oferta ou de demanda foram calculadas as taxas de
crescimento compostas do preço e da quantidade produzida de cada produto. O
mercado foi ainda caracterizado de acordo com os estados produtores de cada
PFNM. Os resultados mostraram que houve aumento na demanda da cera e do pó
de carnaúba, redução na demanda por piaçava e redução na oferta de babaçu. Além
disso, o Piauí foi o principal produtor do pó de carnaúba, o Ceará o maior produtor
da cera de carnaúba, o Maranhão o líder na produção de babaçu e a Bahia a única
produtora nordestina de piaçava.

Downloads

Publicado

2014-07-01

Como Citar

Aguiar, G. ., Rocha, J. ., Santos, A., Silva, J. C. ., & Hoeflich, V. . (2014). COMPORTAMENTO DO MERCADO DOS PRINCIPAIS PRODUTOS FLORESTAIS NÃO-MADEIREIROS DA REGIÃO NORDESTE DO BRASIL. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 10(18). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/2721