CARACTERÍSTICAS AGRONÔMICAS E TECNOLÓGICAS DE GENÓTIPOS DE SORGO SACARINO INOCULADOS COM Azospirillum brasilense Tarrand

Autores

  • Luiz Gustavo Souza
  • Edson Lazarini
  • Raul Pivetta
  • Admar Coletti
  • Renato Goes

Palavras-chave:

açúcar, bactéria diazotrófica, nitrogênio, Sorghum bicolor L. Moench

Resumo

Microrganismos fixadores de nitrogênio podem propiciar melhorias no crescimento
de grandes culturas, como gramíneas. Desta forma, este trabalho teve como objetivo
verificar algumas características agronômicas e tecnológicas de genótipos de sorgo
sacarino inoculado ou não com A. brasilense. O delineamento experimental foi em
blocos casualizados no esquema fatorial 4x2 com quatro repetições. Os tratamentos
consistiram entre quatro genótipos de sorgo sacarino: Sugar Graze Argentina, 23402
BMR, 98456 e V05202, e ausência ou presença da inoculação com Azospirillum
brasilense. Avaliou-se a altura de plantas, número de perfilhos e de nós por planta,
diâmetro do colmo, teor de nitrogênio foliar, produção de matéria verde e de matéria
seca, ºBrix e Pol. A inoculação com A. brasilense proporciona um maior crescimento
de plantas de sorgo 98456. Os genótipos Sugar Graze Argentina e 98456 destacamse em relação a características tecnológicas e agronômicas, sendo ótimas opções
para a entressafra sucroalcooleira.

Downloads

Publicado

2014-07-01

Como Citar

Souza, L. G. ., Lazarini, E. ., Pivetta, R. ., Coletti, A., & Goes, R. . (2014). CARACTERÍSTICAS AGRONÔMICAS E TECNOLÓGICAS DE GENÓTIPOS DE SORGO SACARINO INOCULADOS COM Azospirillum brasilense Tarrand. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 10(18). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/2702

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)