AVALIAÇÃO DO POTENCIAL FISIOLOGICO DE LOTES DE SEMENTES DE FEIJÃO-MIÚDO

Autores

  • Sandro Oliveira
  • Geliandro Rigo
  • Mateus Olivo
  • Elisa Lemes
  • Carlos Eduardo Pedroso

Palavras-chave:

cooperativa de produtores, qualidade, Vigna unguiculata, vigor

Resumo

O feijão-miúdo é produzido principalmente nos Estados do Piauí e Ceará, sendo
também produzido no litoral sul do Rio Grande do Sul. Neste último, a produção é
para a produção de sementes, sendo estas produzidas em solos arenosos e salinos,
podendo ocorrer grandes variações na qualidade das sementes. Neste sentido, o
objetivo do presente trabalho foi avaliar a qualidade fisiológica de lotes de sementes
de feijão-miúdo produzidas no município de São José do Norte, por produtores da
Cooperativa de Agricultores Familiares Nortense. A qualidade fisiológica das
sementes foi avaliada através dos testes de germinação, primeira contagem de
germinação, teste de frio, comprimento de parte aérea e de raiz, matéria seca da
parte aérea e de raiz e condutividade elétrica. Sementes de feijão-miúdo oriundas do
lote 16M e 32M apresentam melhor qualidade fisiológica do que os demais. O lote
32M apresentou maior vigor em relação aos demais lotes pelo teste de
condutividade elétrica. O teste de condutividade elétrica pode ser utilizado para
identificar diferença de vigor nos lotes de sementes, após período de 24 horas. Os
lotes de semente de feijão miúdo estudados, apresentam altos padrões de
germinação, porém com significativa variação quanto ao vigor.

Downloads

Publicado

2014-07-01

Como Citar

Oliveira, S. ., Rigo, G. ., Olivo, M. ., Lemes, E. ., & Pedroso, C. E. . (2014). AVALIAÇÃO DO POTENCIAL FISIOLOGICO DE LOTES DE SEMENTES DE FEIJÃO-MIÚDO. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 10(18). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/2688

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)