ATRIBUTOS QUÍMICOS DO SOLO SOB DISTINTOS SISTEMAS DE MANEJO DE FERTILIDADE

Autores

  • José Roberto Rambo
  • Rogério Gouveia
  • Adalberto Santi
  • Cimélio Bayer

Palavras-chave:

Adubação alternativa, agricultura familiar, indicadores

Resumo

A região do Cerrado representa uma significativa área de produção agrícola no
Brasil, no entanto, existem poucas informações disponíveis em relação aos sistemas
de manejo voltados à pequena propriedade. Com o objetivo de avaliar atributos
químicos do solo de diferentes sistemas de manejo da fertilidade na qualidade de
um Latossolo Vermelho em Tangará da Serra-MT, foi realizado experimento com
sistema de manejo da fertilidade do solo tradicional da região, (i) adubação de alta
reatividade, e três sistemas de manejos da fertilidade do solo alternativos: (ii)
adubação de baixa reatividade, (iii) misto (adubação de baixa reatividade e
adubação orgânica) e (iv) adubação orgânica. Foram avaliados como indicadores de
qualidade do solo os atributos químicos do solo (pH, Ca, Mg, K, CTC, C, N, P, B, Cu,
Zn e Mn) nas subcamadas de 0-5, 5-10 e 10-20 cm. Os sistemas de manejo da
fertilidade influenciaram de forma significativa o pH do solo e os teores de Ca, Mg,
C, N, Cu, Zn, Mn. O sistema de manejo da fertilidade misto é o que apresenta a
melhor qualidade do solo comparado aos demais sistemas de manejo da fertilidade
do solo, supera, inclusive, em alguns atributos, o solo referência sob pastagem de
braquiária e de Cerrado.

Downloads

Publicado

2014-07-01

Como Citar

Rambo, J. R. ., Gouveia, R. ., Santi, A. ., & Bayer, C. . (2014). ATRIBUTOS QUÍMICOS DO SOLO SOB DISTINTOS SISTEMAS DE MANEJO DE FERTILIDADE. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 10(18). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/2675

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)