ANÁLISE ECONÔMICA DA PRODUÇÃO DE MILHO SAFRINHA EM FUNÇÃO DE FONTES E DOSES DE NITROGÊNIO E INOCULAÇÃO FOLIAR COM Azospirillum brasilense

Autores

  • Allan Nakao
  • Lourdes Dickmann
  • Marcelo Fernando Souza
  • Ricardo Antônio Rodrigues
  • Maria Aparecida Tarsitano

Palavras-chave:

custos de produção, índices de lucratividade, uréia revestida, Zea mays L.

Resumo

O nitrogênio é um dos nutrientes mais exigidos pela cultura do milho, porém pela
sua dinâmica, ocorrem perdas que podem alterar a produtividade e onera os custos
de produção. Assim, o uso de ureia revestida por polímeros é uma das alternativas
de manejo para reduzir tais perdas. Objetivou-se com este trabalho verificar o custo
de produção e os índices de lucratividade de diferentes doses e fontes nitrogenadas
em cobertura, com ou sem inoculação com Azospirillum brasilense via foliar. O
delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso, em esquema fatorial 4
x 4, com três repetições. Os tratamentos utilizados foram: duas fontes nitrogenadas
(ureia convencional e ureia revestida por polímero); quatro doses de N (0, 27, 54 e
81 kg ha-1) para ambas as fontes, e com ou sem inoculação com A. brasilense na
dose de 100 mL ha-1 aplicado via foliar. A metodologia utilizada na análise
econômica foi a do custo operacional total. Estimou-se a receita bruta, o lucro
operacional e o índice de lucratividade. Os componentes que mais oneraram o custo
de produção do milho foram os insumos. As maiores produtividades e o maior lucro
operacional foram obtidos com a aplicação de 27 kg ha-1 de N na forma de ureia
convencional. O aumento nas doses de N não proporcionou maiores produtividades,
refletindo em baixos índices econômicos. A inoculação das plantas com A.
brasilense pouco influenciou o valor final do COT, no entanto, não contribuiu para
maiores lucros obtido.

Downloads

Publicado

2014-07-01

Como Citar

Nakao, A. ., Dickmann, L. ., Souza, M. F. ., Rodrigues, R. A. ., & Tarsitano, M. A. (2014). ANÁLISE ECONÔMICA DA PRODUÇÃO DE MILHO SAFRINHA EM FUNÇÃO DE FONTES E DOSES DE NITROGÊNIO E INOCULAÇÃO FOLIAR COM Azospirillum brasilense . ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 10(18). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/2660

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)