GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS DE SERVIÇO DE SAÚDE

Autores

  • Evaldo Ferreira
  • Aline Cardoso
  • Michel Andraus
  • Lucas Lôbo
  • Fernanda Viana

Palavras-chave:

Controle ambiental, Saneamento ambiental, Resíduos perigosos

Resumo

A gestão de resíduos sólidos de serviço de saúde é algo essencial para a
manutenção da segurança de determinada população urbana. Além do risco de
contaminação por patógenos, um dos grandes problemas desses materiais é o
perigo de perfuração. Entre os principais materiais que apresentam risco estão as
seringas, por exemplo. O presente trabalho foi realizado em uma clínica
odontológica em Goiânia, tendo como objetivo principal a implantação de medidas
de segurança e saúde diretamente e indiretamente aos trabalhadores envolvidos e
ao meio ambiente, por meio do manejo adequado dos resíduos de serviço de saúde.
Foram realizadas visitas onde pode-se realizar a caracterização do empreendimento.
Uma segunda etapa foi a implantação do Plano de Gerenciamento de Resíduos
Sólidos (PGRS). A adoção do PGRS mostrou-se interessante para a organização e
também para a comunidade em geral, em virtude do risco de contaminação que os
resíduos de serviço de saúde representam.

Downloads

Publicado

2014-12-01

Como Citar

Ferreira, E. ., Cardoso, A. ., Andraus, M. ., Lôbo, L. ., & Viana, F. . (2014). GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS DE SERVIÇO DE SAÚDE . ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 10(19). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/2510

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>