SUPERAÇÃO DA DORMÊNCIA DE SEMENTES DE Senna multijuga (Rich.) H. S. Irwin & Barneby COM O USO DE LIXA EM CILINDRO ROTATIVO

Autores

  • Evandro Luiz Missio
  • Cleber Saldanha
  • Rosana Morais
  • Gerusa Steffen
  • Joseila Maldaner

Palavras-chave:

Escarificação Mecânica, Germinação, Pau-Cigarra

Resumo

Senna multijuga é uma espécie florestal nativa do território brasileiro com potencial
de uso em diferentes áreas. Sua multiplicação ocorre via sementes, as quais
apresentam a casca dura resultando em dormência tegumentar. O objetivo deste
trabalho foi avaliar a eficiência da escarificação mecânica com lixa em cilindro
rotativo na superação da dormência tegumentar de sementes de S. multijuga. O
delineamento experimental foi o inteiramente casualizado, formado por um fatorial de
cinco tempos de escarificação mecânica (0, 5, 10, 15 e 20 segundos) combinado
com duas granulometrias de lixa (60 e 80), em quatro repetições. Posteriormente, foi
efetuada uma comparação entre os melhores resultados do trabalho com a
recomendação oficial para a superação de dormência. Foram avaliados o índice de
velocidade de germinação, coeficiente de velocidade de germinação, tempo médio
de germinação, porcentagens de germinação e sementes mortas. Houve diferenças
significativas (p<0,05) para a granulometria de lixa nos diferentes tempos de
escarificação em cilindro rotativo para as variáveis analizadas. Os resultados
apontam que a escarificação mecânica com lixa 80 em cilindro rotativo durante 10
segundos foi eficiente para a superação da dormência em S. multijuga.

Downloads

Publicado

2019-12-15

Como Citar

Missio, E. L. ., Saldanha, C. ., Morais, R. ., Steffen, G. ., & Maldaner, J. . (2019). SUPERAÇÃO DA DORMÊNCIA DE SEMENTES DE Senna multijuga (Rich.) H. S. Irwin & Barneby COM O USO DE LIXA EM CILINDRO ROTATIVO. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 16(30). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/152

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>