ASPECTOS ANATÔMICOS DOS MÚSCULOS ESTRIADOS ESQUELÉTICOS

Autores

  • Flávio Guimarães
  • Julio Cardoso
  • Thelma Saddi
  • Luciana Araújo
  • Eugênio Araújo

Palavras-chave:

anatomia, contração muscular, locomoção

Resumo

As células musculares caracterizam-se por possuírem a capacidade de contração e
relaxamento. Dos três tipos de células musculares, a lisa encontra-se, em geral,
associada às vísceras; a estriada cardíaca é exclusivamente encontrada no coração,
enquanto a estriada esquelética está associada a todas as partes do esqueleto. Os
músculos esqueléticos constituem a maior parte da massa corporal e ao permitirem
a movimentação das diferentes partes corporais, propiciam ações importantes como
a locomoção e mastigação. Contraditoriamente, também são responsáveis pela
manutenção da estática corporal, na medida em que auxiliam na manutenção da
união das peças ósseas. Também representam a principal fonte corporal de calor e
auxiliam no fluxo sanguíneo e linfático, além de outras importantes funções. Apesar
dos músculos esqueléticos serem há muito tempo estudados, observa-se que seus
elementos constituintes ou a eles associados, nem sempre são devidamente
caracterizados na literatura científica básica, assim como são encontradas
divergências nas classificações aplicadas a esses músculos. Nesse sentido, esse
artigo objetivou fazer uma revisão dos princípios anatômicos básicos relacionados
aos músculos esqueléticos, abrangendo desde os aspectos gerais até suas partes,
origem, inserção, envoltórios conjuntivos, forma, arranjo das fibras musculares, ação
e os efeitos da evolução sobre a estrutura dos mesmos.

Downloads

Publicado

2015-12-01

Como Citar

Guimarães, F. ., Cardoso, J. ., Saddi, T. ., Araújo, L. ., & Araújo, E. . (2015). ASPECTOS ANATÔMICOS DOS MÚSCULOS ESTRIADOS ESQUELÉTICOS . ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 11(22). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/1467

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>